fbpx

O que é SEO e por que ele é indispensável no seu e-commerce

SEO é a sigla para Search Engine Optimization termo que pode ser traduzido como Otimização do sistema de buscas. Com essa definição em mente, podemos ir mais além sobre o que é SEO. Pode ser definido como um conjunto de técnicas para otimizar páginas da internet. Ele melhora o posicionamento nos resultados orgânicos e, por fim, aumenta os acessos. Também podemos dizer que SEO é uma estratégia para otimizar os resultados orgânicos.

Por que o SEO é indispensável para seu site?

Essa estratégia é indispensável para o seu e-commerce por alguns motivos:

  • ganhar destaque ao aumentar a visibilidade da marca;
  • ter autoridade na internet;
  • fazer branding;
  • atrair mais visitantes para as páginas desejadas;
  • e, como consequência, ter mais leads, clientes, vendas e aumento de faturamento.

Você sabia?

  • 90% das pessoas que fazem pesquisa no Google clicam apenas nos resultados que aparecem na primeira página? (a página 2 recebe 5%, enquanto a página 3, 1%);
  • O primeiro resultado orgânico recebe 33% dos cliques;
  • Os primeiros 3 resultados orgânicos recebem 61% dos cliques;
  • Na primeira página, 90% dos cliques vão para a listagem orgânica e apenas 10% dos cliques vão para os anúncios;

Claro que os dados acima variam de acordo com tema, marca e etc.

Fonte de pesquisa: https://www.protofuse.com/blog/details/first-page-of-google-by-the-numbers/

Conseguiu entender a importância de SEO para seu site? Vamos então fazer algumas considerações para compreender o que é SEO. Para isso, precisamos entrar em alguns conceitos. Vamos lá!

Resultados orgânicos (SEO) x resultado pagos

Ao fazermos um pesquisa no Google, os resultados aparecem de 02 formas: pagos e orgânicos. Como na imagem a seguir:

A pesquisa foi feita com o termo Marketing Digital

Os primeiros resultados são os pagos. São esses indicados com uma caixa verde com o nome anúncio. Nesse caso, as empresas investem para estar ali por meio de uma ferramenta do Google, chamada Adwords. A cada clique no anúncio a empresa paga um determinado valor ao Google.

Abaixo dos resultados pagos estão os orgânicos. E é aí que entra o SEO. Quem melhor trabalhar essa qustão, melhor posicionado estará. Esse resultado é o retorno de um imenso trabalho do Google para identificar qual a melhor opção de resposta para a pesquisa.

É um conjunto de métricas ou um algoritmo que não é 100% claro. Porém, foca no principal objetivo do Google: proporcionar o melhor resultado possível ao usuário. Sendo assim, precisamos entender outra questão para sabermos o que é SEO:

Como acontece uma pesquisa no Google?

Vamos dividir essa questão em 02 partes:

  1. Qual o comportamento do usuário;
  2. Qual o comportamento do Google em uma pesquisa.

O comportamento do usuário em uma pesquisa

O usuário, ao fazer uma pesquisa no Google, geralmente, a faz de 03 formas:

  • Pesquisa de navegação
  • Pesquisa de informação
  • Pesquisa de transação

Pesquisa de navegação

Na pesquisa de navegação, o usuário se baseia nas sugestões dos termos mais buscados no Google.

Nesse tipo de pesquisa, geralmente ele já sabe o que procura e quer as sugestões para ser mais assertivo.

Pesquisa de informação

Na pesquisa de informação, o usuário decide por analisar as opções do resultado do Google.

Nesse tipo de pesquisa, geralmente ele quer informações ou explicações sobre o termo.

Pesquisa de transação

Na pesquisa de transação, o usuário deseja comprar ou contratar.

Esse tipo de pesquisa é altamente importante para os anunciantes de produtos e serviços.

O comportamento do Google em uma pesquisa

Já parou para pensar em como o Google trabalha para dar os resultados para sua pesquisa? Em geral, você fica satisfeito com os resultados apresentados? E se eu te disser que existe um trabalho fantástico do Google para apresentar um resultado para essa pesquisa?

E se eu te disser, ainda, que existe um verdadeira guerra chamada SEO por trás do resultado de uma pesquisa?

Os robôs do Google

O Google possui boots — ou robôs. Quando você faz uma busca no Google, eles vasculham tudo o que existe na internet e procuram os melhores resultados. Então criam um ranking e apresentam uma lista, que é chamada de SERP. É essa lista que você recebe abaixo da sua pesquisa.

Esses robôs seguem um caminho e procuram por padrões e comunicação. Esse comportamento sempre tem um objetivo muito claro: promover o melhor resultado da internet para o usuário. O SEO trabalha nesses 3 campos.

Os principais fatores no rankeamento do Google

Geralmente, dividimos SEO em esferas: On Page e Off Page

SEO On Page

Na esfera de SEO On page está tudo o que podemos melhorar dentro do próprio site. Em especial, trabalhando a nível de página:

  • Tamanho do conteúdo
  • Qualidade do conteúdo
  • Título do conteúdo
  • Título da página
  • URL
  • Tags em HTML
  • Uso de palavras chave
  • Nome dos arquivos
  • Otimização de imagens
  • Linkagem interna
  • Design responsivo
  • Tempo de carregamento
  • Tempo de permanência na página
  • Meta description
  • Botões de compartilhamento

SEO Off Page

Na esfera Off Page, estão relacionados ao fatores externos do site. E isso está muito relacionado à influência de um site. Em termos gerais, são eles:

  • Link building
  • Autoridade
  • Localidade
  • Engajamento social

Embora os fatores sejam menor em número, não são menores em importância. SEO Off Page é essencial e indispensável para qualquer site.

Entendendo o que significa SEO; qual a importância de trabalhar SEO no seu site; o que está envolvido em uma pesquisa no Google e como é composto o SEO On Page e o SEO Off Page, acredito que tenha entendido mais sobre o que é SEO.

Explicando o SEO de modo figurado

Mas, se ainda assim ficou complexo — o que é muito comum —, tentarei usar um outro tipo de linguagem mais simplificada, como você vê a seguir.

SEO é uma estratégia de longo prazo. Ele muda o tempo todo, por isso é sempre bom estar antenado e acompanhando esse cenário.

Algo importante a se considerar nesse cenário é a analogia feita por uma das minhas empresas favoritas — e que uso como base de aprendizado Rock Content:

“Você com certeza já viu (ou pelo menos ouvir falar) na saga Star Wars, certo? Nos filmes conseguimos ver a famosa disputa entre bem e o mal, com Darth Vader representando o lado negro da força e Luke Skywalker representando a luz, o esforço e o lado ‘bom’ da força.

SEO não é tão diferente de Star Wars. Imagine que Black Hat seja o Darth Vader. Ele não se preocupa com as leis. Deseja alcançar o sucesso rápido, sem se preocupar com regras ou padrões. Isso pode parecer uma ótima ideia, mas é importante compreender que uma vez que você for penalizado, o seu domínio dificilmente voltará a ter o desempenho de antes.

Uma penalização do algoritmo do Google marca o seu domínio para sempre. Então, se estamos falando de empresas, não correr este risco é mais do que essencial. O White Hat, por outro lado, é o Luke. Ele entende que, para alcançar os melhores resultados, é necessário muito esforço e dedicação. Tudo para que seu trabalho seja reconhecido e ele se torne o melhor jedi que ele poderia ser.

Para isso, ele treina muito e, devagar, vai melhorando suas técnicas. White Hat são as técnicas formais de SEO, que não fogem às diretrizes e regras estabelecidas pelo Google. Já as estratégias ilícitas de SEO, que fogem das diretrizes do Google — e são, por consequência, passíveis de punição — são chamadas de Black Hat. Geralmente quem opta pelo Black Hat está buscando as primeiras páginas do Google rapidamente”.

Trabalha com criação e gerenciamento de conteúdo RODOR (Rico, Otimizado, Direcionado, Oportuno e Relevante). Utiliza técnicas avançadas de SEO e Inbound Marketing para alcançar objetivos no mercado B2B. Administra ferramentas modernas e tecnológicas do mercado para planejar, executar, distribuir e mensurar as ações à base de métricas e KPI´s, a fim de garantir escalabilidade no marketing digital B2B.


Todos os posts de Luiz Maia